Quais os carros mais econômicos e os que mais gastam combustível?

A economia é muito importante na hora de escolher um carro. Neste post trouxemos os carros mais econômicos e os que mais gastam combustível. Confira!

13/03/2018

De acordo com um levantamento promovido por determinadas montadoras e disponibilizado pela Folha, cerca de 38% das 12 mil pessoas entrevistadas afirmam que a economia de combustível é o item mais importante ao escolher um carro, seguido de preço, com 28% das citações.

De olho nesse consumidor mais exigente, o Inmetro elaborou o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), que analisa o gasto de combustível e emissão de gases poluentes dos carros. Das 35 marcas e 983 modelos e versões avaliados, os carros mais econômicos foram os veículos híbridos, que combinam motores a combustão e elétricos.

 

Os carros mais econômicos

Abaixo você confere os modelos que passam longe dos postos de combustível.

 

1. Toyota Prius

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 18,9 km/l

> Consumo na estrada: 17,0 km/l

Mais do que um modelo verde, o Prius é a aposta da Toyota para o segmento dos médios, mais equipado e confortável. Isento do rodízio em SP e com abatimento de parte do IPVA em algumas prefeituras, o seu baixíssimo consumo o caracteriza como o carro mais econômico do Brasil e ainda ensina a população de que é possível, sim, ter um carro híbrido: ele não precisa ser ligado na tomada para recarregar já que o motor 1.8 a gasolina se encarrega da carga do motor elétrico.

 

2. Ford Fusion Hybrid

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 16,8 km/l

> Consumo na estrada: 15,1 km/l

Atual líder do segmento dos sedãs executivos no Brasil, o Fusion Hybrid, importado do México, começou a ser vendido em outubro de 2016, nas versões 2.5 flex e 2.0 turbo Ecoboost, equipado com um pacote robusto de tecnologias semiautônomas em suas versões de topo. Em termos de segurança, o veículo se destaca pelos oito airbags, cintos traseiros infláveis e controles de tração e estabilidade.

 

3. Volvo XC90 T8

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 15,3 km/l

> Consumo na estrada: 15,8 km/l

Modelo mais tecnológico do Brasil e do mundo na categoria dos SUVs, o Volvo XC90 é importado desde 2015 da Suécia. Com espaço e conforto para sete passageiros, o XC90 conquistou o posto de veículo mais avançado do mercado por conta do seu funcionamento semiautomático, que auxilia o motorista a ter uma condução mais confortável e mais segura.

 

4. Peugeot 208

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 10,9 (etanol) - 15,3 km/l (gasolina)
> Consumo na estrada: 11,7 (etanol) - 15,8 km/l (gasolina)

Equipado com propulsor de 1,2 litro, o Peugeot 208 é o modelo a combustão mais econômico do Brasil atualmente. Além da excelente autonomia, o hatch conta com novo motor 1.2 PureTech Flex de 3 cilindros, que substitui o velho 1.5 de 4 cilindros, sem comprometer o desempenho. E apesar de ser bastante fácil de manobrar, o compacto também vem equipado com sensor de estacionamento traseiro.

 

5. Volkswagen UP! TSI Move

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 10,0 (etanol) - 14,3 km/l (gasolina)
> Consumo na estrada: 11,5 (etanol) - 16,3 km/l (gasolina)

Com motor flex de até 105 cv de potência e excelentes 16,8 kgfm de torque entregues a partir de 1.500 rpm, o Volkswagen UP! TSI Move é capaz de entregar desempenho de carro 1.6 com consumo de um 1.0.

 

+ Leia também:

- Formas simples para economizar combustível

- Você sabe quais são os carros com a manutenção mais barata?

 

E os carros de custo mais elevado

Na contramão dos carros mais econômicos, seguem os veículos que mais consomem combustível, como é possível conferir logo abaixo.

 

1. Lamborghini Aventador 6.5-48V SVR

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 4,5 km/l (gasolina/diesel)

> Consumo na estrada: 7,6 km/l (gasolina/diesel)

Lamborghini Aventador é a versão supercarro de um supercarro, como o próprio nome diz, já que o SV significa Superveloce ou super veloz. O esportivo vai do 0 aos 100 km/h em 2,8 segundos e ultrapassa os 350 km/h de velocidade máxima. Mas essa potência toda tem um preço, já que é o veículo com um dos maiores consumos de combustível de acordo com o Inmetro.

 

2. Range Rover 5.0-32 V SC

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 4,6 km/l (gasolina/diesel)

> Consumo na estrada: 7,5 km/l (gasolina/diesel)          

O Range Rover Supercharged vai do autódromo para a trilha com facilidade e conforto. Lançado em 2005 com o Porsche Cayenne na mira, o Range Rover Sport transmite a sensação de que é vários carros em um veículo só, perfeito para viagens, para bancar o piloto e para o dia a dia. O único defeito é o consumo, já que faz 4,6 km/l na cidade e 7,5 km/l na estrada.

 

3. Mercedes-Benz AMG G 63 5.5-32V

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 4,8 km/l (gasolina/diesel)

> Consumo na estrada: 5,5 km/l (gasolina/diesel)

De veículo militar a papamóvel e “febre” entre rappers e socialites norte-americanos, o Mercedes-Benz G63 AMG é visto, atualmente, como um símbolo de luxo e riqueza. Lançado nos idos de 1970, o veículo passou por uma ou outra atualização, mas mantém quase todas as características de quando foi criado.

 

4. Mitsubishi Pajero 3.8-24V HPE

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 5,3 km/l (gasolina/diesel)

> Consumo na estrada: 6,7 km/l (gasolina/diesel)

Unindo força, resistência, robustez e conforto ao que existe de mais tecnológico no mundo fora de estrada, o Mitsubishi Pajero HPE causou uma revolução no mercado de automóveis ao ser lançado, há mais de 30 anos. Oferecendo tração com 20 combinações de marcha e possibilidade do uso do 4x4 no asfalto, o veículo ocupa a quarta posição da lista, com um consumo de 5,3 km/l na cidade e 6,7 km/l na estrada.

 

5. Audi A8 6.3-48 V Longo

carros mais econômicos

> Consumo na cidade: 5,5 km/l (gasolina/diesel)

> Consumo na estrada: 7,4 km/l (gasolina/diesel)

Com entre eixos alongado, o Audi A8 Longo oferece ainda mais espaço e comodidade para os passageiros no banco traseiro em relação à versão comum. A grande desvantagem é o consumo, que coloca o veículo como o quinto colocado da lista.

 

E para você, a economia de combustível também é o item mais importante na hora de escolher um carro?

Escreva para a gente!

Comentários

Alice há 2 meses atrás disse:

A economia do combustível é muito importante sim na escolha de um carro.

Responder
Alice há 2 meses atrás disse:

A economia do combustível é muito importante sim na escolha de um carro.

Responder

Notícias relacionadas

Últimas notícias