Consórcio ou financiamento: Qual a melhor opção para comprar um carro?

Para adquirir um veículo a compra mais indicada é à vista. Não tem o valor necessário? Então confira aqui qual a melhor opção entre consórcio ou financiamento!

21/08/2017

Segundo especialistas, a compra à vista é sempre a melhor opção para quem quer adquirir um veículo. Contudo, quem não dispõe de toda a quantia necessária para arcar com os custos tem que se decidir entre consórcio ou financiamento.

 

Como o consórcio funciona?

Com uma história de mais de 55 anos, o sistema de consórcio funciona através das contribuições mensais de um grupo por um período predeterminado. De tempos em tempos, um ou mais participantes do grupo são contemplados, até que todos recebam a carta de crédito que será utilizada para a aquisição do bem.

De acordo com a Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios (Abac), somente nos cinco primeiros meses de 2017, a busca pelos sistemas de consórcio aumentou 24,7% com relação ao mesmo período do ano anterior, ultrapassando o valor de R$36 bilhões.

O consórcio é uma opção viável para quem pretende adquirir um bem de forma planejada, com custos menores e prazos mais longos. Uma das principais vantagens desta modalidade é a inexistência de juros. Mas é preciso se atentar à taxa de administração, pois, dependendo da empresa de consórcio, essa taxa pode até equivaler aos juros.

 

E o financiamento, em que consiste?

O financiamento é uma espécie de dívida feita entre o consumidor e o banco ou financeira. Nesta modalidade as empresas cedem dinheiro para o consumidor que vai comprar um bem ou serviço e a principal vantagem é a possibilidade de obtê-lo em um curto espaço de tempo.

Na maioria das vezes, o próprio bem adquirido serve como uma garantia. Por este motivo, é comum que o financiamento ofereça taxas mais baratas do que um empréstimo.

 

Nas duas modalidades é preciso tomar alguns cuidados

O maior risco de um consórcio é a quebra. Ou seja, o dinheiro das contribuições não é suficiente para que todos os integrantes possam comprar seus bens. Desta maneira, é essencial pesquisar sobre o grupo que está organizando o consórcio.

O site do Banco Central divulga quais operadoras têm autorização para funcionar no país, além de compilar um ranking daquelas com o maior número de reclamações. Neste sentido, a Abac também pode ajudar.

Com relação ao financiamento, é necessário se programar e assegurar o pagamento das parcelas. Do contrário, corre-se o risco de perder o veículo, já que ele funciona como uma garantia. Outro problema do financiamento é com relação à taxa Selic, que serve de referência para todas as demais taxas da economia. Isso porque, se aumenta a Selic, os juros do financiamento também aumentam.

 

Ou seja...

Cada caso é um caso e é necessário analisar as necessidades de compra. Se o veículo precisa ser obtido em um curto espaço de tempo, o financiamento é a melhor mais viável. Mas se os prazos são mais longos e há a necessidade de realizar uma compra planejada, o consórcio, sem dúvidas, é a melhor opção.

 

E no seu caso, qual o caminho mais indicado, consórcio ou financiamento? Deixe suas dúvidas e opiniões nos comentários.

Até a próxima!

Comentários

Últimas notícias